Aplicação e Tratamento

Cuidados a ter na colocação e tratamento da Terracota

Tratamento da Terracota Manual

Se pretende usar terracota manual na sua casa nova, vai remodelar ou mesmo ampliar, seguem-se alguns conselhos úteis.

Relativamente à betonilha de assentamento, não tem que ser diferente da betonilha usada para o assentamento de outros pavimentos cerâmicos, excepto pelo facto da tijoleira em terracota manual ter normalmente uma maior espessura (cerca de 2 cm). No entanto, é importante que após a execução da betonilha se espere o tempo suficiente para que esta seque em profundidade. Se a betonilha estiver em contacto com o subsolo deve em seguida ser aplicada tela líquida porosa antes da colocação do ladrilho. Este procedimento deve ser feito para evitar a propagação à terracota da humidade vinda de baixo.

Quando a execução do pavimento ou revestimento necessita de várias paletes de ladrilhos recomendamos aplicar alternadamente peças de diferentes paletes, para assegurar melhor distribuição de tons.

Actualmente a nossa tijoleira é assente com cimento-cola, deixando uma junta que varia entre 0,5-2 cm, consoante o gosto do cliente e que depois pode ser preenchida com uma massa adequada para juntas ou simplesmente com argamassa de cimento e areia. Caso opte por esta ultima hipótese, deve ter o cuidado de usar sempre a mesma dosagem de cimento e areia e anotar esses dados caso venha a precisar fazer alterações ou ampliações no futuro. Só assim poderá ter a garantia de que as juntas ficarão todas da mesma cor. Quando preenche as juntas, o Ladrilhador deve ter a máxima atenção de modo a não sujar desnecessariamente o Ladrilho, podendo assim comprometer o bom acabamento do pavimento. Caso o ladrilho se suje, deve ser imediatamente limpo, evitando que o cimento seque, o que dificulta o processo de limpeza.

Após terminar o assentamento e rejuntamento, o acabamento final também depende em grande parte da vontade do cliente e do sítio ou dependência da casa onde a tijoleira é colocada. Após uma boa limpeza, tentando sempre evitar ao máximo o uso de produtos químicos abrasivos, a tijoleira pode ficar com o seu aspecto natural, sem qualquer acabamento.

A terracota manual, ainda que sem qualquer tratamento, está preparada para resistir a diferentes condições climatéricas e ao uso normal para este tipo de produtos, de cariz artesanal. Apesar disso, e como este tipo de ladrilho é poroso, à semelhança da pedra e de outros materiais cerâmicos não vidrados, pode absorver para além da água outros produtos indesejáveis, tais como óleos e gorduras que sobre eles se derramem. Caso esteja num sítio onde haja o risco de contacto com esses produtos susceptíveis de provocar manchas, pode ser aplicado um oleorepelente com o objectivo de tapar os poros e evitar esse problema. O produto deve ser aplicado com uma trincha larga (não deve ser utilizado rolo ou pulverizador), espalhando bem o produto para que não fique em excesso nuns sítios e em falta noutros. Não é por usar produto em grande quantidade que a impermeabilização fica mais bem feita, antes pelo contrário, pode danificar a terracota por entrar demasiado em profundidade. Além disso, o impermeabilizante ou qualquer outro produto para tratamento só deve ser aplicado 4 a 5 semanas após a colocação do ladrilho.

Pode ainda ser usada nos interiores uma cera ou verniz acrílico para avivar ou abrilhantar a tijoleira, caso se deseje um maior contraste. O verniz facilita muito a limpeza do dia-a-dia do pavimento e é um excelente tratamento de longo prazo/duração.

Porque temos todo o interesse em que o nosso material seja aplicado e tratado da melhor forma, e com o objectivo de prevenir e ajudar os nossos clientes, seguem-se alguns cuidados a ter na aplicação e tratamento da terracota manual:

1) A colocação do ladrilho ou de qualquer outra peça em terracota bem só deve ser feita pelo menos um mês após a execução da betonilha, que deve ser devidamente isolada. O Ladrilhador deve ter o máximo cuidado para não sujar o ladrilho com cimento, cola ou outros produtos de difícil limpeza.

2) A aplicação dos produtos de tratamento só deve ser feita pelo menos um mês após a colocação da terracota. Todo o pavimento deve estar bem limpo e seco.

3) Os produtos de tratamento não devem ser aplicados a temperaturas inferiores a +5ºC e se chover ou houver muita humidade no ar deve-se aguardar por tempo mais seco, para que o pavimento seque por completo. Também não devem ser aplicados em superfícies demasiado quentes ou que tenham estado expostas directamente ao sol, nas horas de maior calor.

4) Não armazenar os produtos de tratamento a temperaturas inferiores a 0ºC. O período de armazenamento não deve ser superior ao indicado pelo fabricante (normalmente 1 a 2 anos).

 

5) Os produtos de tratamento devem ser bem agitados antes da sua aplicação.

6) Imediatamente antes da aplicação dos produtos de tratamento é essencial que a terracota esteja limpa, seca (24 a 36 horas a 20ºC) e isenta de outros contaminantes nomeadamente óleos ou outras gorduras ou mesmo restos de cimento. Caso contrário, os poros que estão preenchidos com água ou outro produto, não permitem a penetração do impermeabilizante e assim a camada formada superficialmente é demasiado fina e solta-se com alguma facilidade ao fim de algum tempo.

7) Pode ainda ser factor negativo a aplicação de produtos químicos junto de qualquer pavimento, nomeadamente adubos ou outros fertilizantes aplicados em jardins contíguos.

As indicações gerais aqui descritas foram recolhidas junto de vários técnicos de Empresas fabricantes ou representantes destas, e não dispensam as informações técnicas específicas de cada um dos produtos, fornecidas pelo respectivo fabricante e/ou representante.

Os produtos que nós recomendamos são os seguintes:

  • Preenchimento das juntas: Color Flex, argamassa colorida de acabamento areado para betumação de juntas entre 5 e 20 mm, para pavimentos e revestimentos interiores e exteriores. Betumação de juntas com acabamento rústico para terracota, cerâmica ou pedra natural, podendo ser utilizado em zonas de tráfego intenso.
  • Limpeza da terracota após colocação: Siril Profissional Desincrustante, de preferência diluído em água, na proporção de uma parte de siril para 4 partes de água. Caso alguma sujidade persista pode-se usar o siril puro, deixando actuar durante breves minutos e tendo o cuidado de lavar de seguida com água em abundância.
  • Hidrófugante: Zorpit TWALL – Hidrófugante Concentrado Transparente. Evita a humidade e confere ao pavimento uma tonalidade uniforme, realçando a sua beleza. Sendo transparente, não altera significativamente o aspecto da terracota. Apresentado na forma líquida, penetra nos poros do material e seca em profundidade, assegurando assim um isolamento definitivo contra a humidade.
  • Verniz: Zorpit-Bar verniz acrílico. De preferência deve ser aplicado depois de passar uma demão de impermeabilizante/hidrofugante ou oleorepelente. Facilita muito a limpeza do dia-a-dia dos pavimentos, já que torna a superfície da tijoleira/terracota mais lisa. Tem uma extraordinária resistência pelo que é um excelente tratamento de longa duração.
  • Cera: Cera Acrílica R-Cerex. Confere às superfícies um brilho imediato, sem esforço e com grande facilidade de manutenção. É antiderrapante e resistente à passagem, protegendo as superfícies do uso. Pode ser lavada com detergente neutro. Aplicável em terracota, mosaicos, tijoleiras, vinil, mármore e outras pedras diversas. É um tratamento de curto prazo que tem que ser aplicado regularmente.
  • Protecção gorduras: Zorpit-PGM Oleofugante Transparente. Produto líquido dotado de propriedades hidrófugas e eleófagas para tratamento de superfícies minerais, de pedra natural (mármore e granito) e terracota.Protege eficazmente a terracota e outros pavimentos de nódoas de óleo, azeite, vinho, gordura, etc. Apresentado na forma líquida, penetra nos poros do material e seca em profundidade, assegurando assim um isolamento definitivo. Confere à superfície uma tonalidade uniforme, realçando a sua beleza. Sendo transparente, não altera o aspecto natural dos materiais.
  • Remoção de Ceras: Removedor de Cera R-Descerex. Remove ceras acrílicas e convencionais em pavimentos, móveis, painéis e de uma forma geral em todas as superfícies que possam ser molhadas. Eficaz em mosaicos, tijoleiras, madeiras, revestimentos plásticos, etc., deixando-os perfeitamente limpos e desengordurados. Pode ser aplicado manualmente ou com máquina lavadora pois tem espuma controlada.