Azulejos vidrados

Azulejos vidrados manualmente

Disponíveis numa grande variedade de cores e matrizes, conseguidos com a vidragem manual, os pavimentos e revestimentos vidrados têm grandes possibilidades para  a criação de espaços únicos. Cada peça é singular, e a beleza dos vidrados depende precisamente das pequenas variações de tonalidade entre as peças. Os azulejos são fabricados numa fieira e depois de secos são sujeitos a uma primeira cozedura. Só depois de cozidos e seleccionados, de forma a separar os que têm defeito, é que seguem para a vidragem manual. Os vidrados usados nos azulejos são compostos por um vidrado incolor (sílica, alumínio, chumbo, sódio, zinco e potássio), opacificado com estanho (7%) e ao qual é adicionado feldspato e caulino (5%). As várias matérias-primas são moídas, pesadas e misturadas com água, ficando depois a mistura a repousar de modo a conseguir um melhor acabamento.

Garrafeiras Vidradas

Temos garrafeiras em barro vidradas numa grande variedade de cores, podendo assim escolher a cor que melhor se adequa à decoração da sua casa.

As garrafeiras duplas são de simples montagem por sobreposição e encaixe.
Os favos hexagonais de cor natural ou vidrados conferem ao vinho as condições ideais de descanso.

Azulejos pintados à mão

O azulejo é uma peça de cerâmica de pouca espessura, geralmente quadrada, em que uma das faces é vidrada, resultado da cozedura de uma substância à base de esmalte que se torna impermeável e brilhante. O azulejo é geralmente usado em revestimento de superfícies interiores ou exteriores, tais como cozinhas, casas de banho, piscinas ou como elemento decorativo isolado. É aplicado também em paredes, pavimentos e tectos de palácios, jardins, edifícios religiosos (igrejas, conventos), de habitação e públicos. O azulejo é considerado hoje como uma das produções mais originais da cultura portuguesa, constituindo uma das expressões mais populares e mais requintadas da arte que se faz em Portugal. Embora a sua origem não seja portuguesa, mas árabe (Al zulaic), o azulejo foi uma das expressões artísticas que teve no nosso país um desenvolvimento muito sui generis: diz-se que em cinco séculos não houve país que produzisse azulejos com tanta qualidade e quantidade como Portugal. Os mosaicos representam a tradição e o trabalho artesanal: o aspecto irregular de cada peça revela isso mesmo. Nenhum revestimento permite uma diversidade tão grande de cores e padrões, sendo que na antiguidade já exploravam as suas potencialidades criando pinturas decorativas.

Hoje, assume um carácter mais prático, embora alguns painéis continuem a ser verdadeiras obras de arte Para além dos azulejos catalogados neste site, oferecemos aos nossos clientes inúmeros azulejos decorativos, sendo possível encomendar painéis segundo os seus próprios desenhos, os quais serão pintados manualmente por artistas especializados. Temos à disposição uma variedade de chacota manual com e sem vidrado, de várias espessuras e dimensões, podendo também ser feito azulejo com medida diferente conforme necessidade do cliente. Ver Portfolio